Papel semente

27 de fev de 2011



(Em inglês)












A receita de hoje vai ser bem diferente das que faço todo dia, porque não é de comer.
É a receita de um papel reciclado que leva sementes, então depois que minha mãe ler a carta, ela vai poder plantar erva doce, cósmeaaubrietia, agriãorabanetes, e pimenta biquinho! :)
Comprei essa sementaiada toda na feira do CEAGESP, apesar de que numa agropecuária teria mais opções.


Foi aqui que descobri como fazer, e só pra não perder o costume, fiz algumas mudanças a meu gosto.


Usei:
- 3 1/2 xícaras de papel velho para reciclar
- 3 1/2 xícaras de água quente
- Corante alimentício líquido
- Peneira grande
- Liquidificador
- Plástico grande
- 2 panos de prato grandes (eles vão ficar manchados)
- 1 toalha de rosto velha
- sementes à gosto
- assadeira grande


Primeiro piquei os papéis o menor que eu pude. Tinha papel sulfite e de seda.
Medi (deu 3 1/2 xícaras), e derramei por cima uma quantidade igual de água quente
(foto 1).
Deixei descansar por 15 minutos, que era para o papel amolecer e a água amornar,
depois disso trasferi tudo para o liquidificador.
Fui processando devagar, já que meu liquidificador não é muito potente. Liga um pouco,
desliga, liga de novo, etc. Até virar uma massa homogênea e sem pedacinhos (foto 2).


Em seguida, transferi a massa para copos diferentes, onde eu pudesse acrescentar o
corante e as sementes. Sempre é bom usar sementes miudinhas, pra que o papel não
fique muito desigual.
Bom, sobre o corante não tem segredo: vai pingando e misturando com uma colher até
obter uma cor que seja do seu agrado. Depois é só despejar as sementes e misturar.
(foto 3). Deixei descansar por +- 15 minutos, pra que a cor fosse absorvida pelas
fibras do papel. Aproveitei esse tempo pra organizar a mesa.


Forrei a mesa com um plástico grande, e sobre ele coloquei uma toalha de prato grande.
Já deixei do lado a outra toalha de prato que iria usar.
Passados os 15 minutos, despejei o conteúdo de um copo na peneira e espremi bem pra
sair o máximo possível de água.
Depois disso, coloquei essa porção de massa sobre o pano de prato na mesa e apertei
com as mãos pra que ele ficasse o mais fino possível e com uma espessura uniforme (foto 4),
além de tentar deixa-los razoavelmente retangulares.
Cobri com o outro pano de prato e a toalha de rosto e apertei novamente, pra tirar o
máximo possível de água.
Repeti a operação com cada copo de massa.


Pré-aqueci o forno a 180oC, e cuidadosamente transferi cada folhinha para a assadeira.
Deixei dentro do forno por 10 minutos para secar.
Meu truque é colocar um grampo de roupa na porta do forno pra impedir que ela feche
totalmente, e assim a umidade tem pra onde escapar.
Ao fim dos 10 minutos as folhas não estavam totalmente secas, mas tive medo que as
sementes queimassem se eu deixasse mais tempo.
Por isso, coloquei um pano de prato seco sobre uma gradinha de biscoitos e deixei os
papéis terminarem de secar ao ar durante o dia seguinte.


E pronto! Depois disso basta cortar na forma desejada e escrever suas cartinhas, cartões
ou bilhetes.

2 comentários:

flanzie disse...

Meu deus, Flora. Que foda.

Vou parar de comentar aqui e fechar a conta do meu blog.

Beijo.

Anônimo disse...

amei tudo isso vc e boa no q faz obg

Postar um comentário