Curry de verduras - também conhecido como almoço em uma tigela.

27 de mar de 2012



Às vezes acontece de eu ficar alguns dias comendo só na rua, ou por algum outro motivo
comendo mais bobagem do que comida de verdade.
E aí fico precisando passar na feira pra comprar um monte de verduras e frutas e comer
só coisas frescas pra compensar.
Quando to nessa, e ainda assim apressada, esse curry é uma saída boa.
Fica pronto depressa, dá pra fazer com praticamente qualquer verdura à gosto do freguês,
é reconfortante. No frio o curry tem um apelo a mais, mas pra mim também dá certo no calor.


Para este curry usei:
2 colheres de sopa de manteiga sem sal (dá pra substituir por azeite)
2 dentes de alho
3 cebolas brancas miudinhas
2 fatias grandes de abóbora cabotiá (abóbora japonesa)
5 inhames bem pequenos
3 batatas inglesas pequenas
3 cenouras pequenas
1/2 abobrinha brasileira
Água quente o quanto baste
Sementes de cominho
Garam masala
Açafrão da terra
Pó de curry
Pimenta caiena
Pimenta do reino
Pimenta calabresa
Canela em pó
Sal, gergelim tostado e azeite à gosto, no prato quando for servir

Primeiro coloquei água na chaleira para esquentar. Deixo em fogo baixo, e até a hora de usar ela vai estar quentinha sem evaporar demais.
Com a ajuda de uma faca larga de lâmina chata esmaguei os dentes de alho, cortei fora a parte de baixo do alho depois retirei a casca com a mão.
Esses dias um amigo me disse que se você retirar o broto que tem no centro de cada dente de alho, fica com menos bafo depois.
Coloquei a manteiga pra derreter em uma frigideira grande de bordas altas, refoguei o alho em fogo médio-alto, deixando a frigideira tampada. Adicionei as cebolas cortadas em tiras de 0,5cm, deixei refogar.
Lavei bem a abóbora, cortei duas fatias largas, retirei as sementes, e piquei em cubos grosseiros, com casca. Coloquei pra refogar, mantendo a temperatura mais ou menos alta e a frigideira tampada.
A idéia é que as verduras fiquem um pouco tostadas pelo lado de fora e comecem a ficar macias por dentro. É bom mexer de vez em quando, pra que não queimem de um lado só.
Descasquei os inhames, batatas, cenouras, e cortei da mesma maneira que a abóbora, colocando pra refogar/ tostar.
A abobrinha só lavei bem, cortei, e deixei de lado.

Quando achei que as verduras estavam bem tostadas por fora e macias por dentro, adicionei água, apenas o suficiente para cobrir as verduras, e adicionei também os temperos (as quantidades são bem subjetivas. Coloquei mais ou menos 1/8 de colher de chá de cada uma, a não ser a pimenta caiena, que é bem forte, por isso coloquei menos), deixando de fora o sal. Nesse ponto misturei tudo, pro tempero não ficar concentrado só em alguns lugares, depois deixei cozinhar até que metade da água tivesse evaporado, na temperatura média-alta, sem tampa e sem mexer. Isso favorece a formação de um caldo espesso.



Quando metade do líquido já tinha evaporado, coloquei a abobrinha na panela e misturei um pouco com os outros ingredientes.
Deixei mais 5 minutos em fogo alto, pra cozinhar a abobrinha e terminar de engrossar o caldo.
Suponho que os carnívoros poderiam adaptar facilmente pra incluir cubos de frango.

Servi quente, com um fio de azeite por cima, sal e gergelim.
É o bastante para três pessoas.

1 comentários:

Marmita disse...

Adorei o teu curry que julgo em Portugal se chamar Caril. Acho que é uma boa maneira para limpar o organismo dos exageros do dia a dia.

beijos

Postar um comentário