Biscoitos de inverno.

3 de abr de 2012




(In English)


Essa receita da Deb é uma versão do que a gente consome aqui como biscoito de natal.
Só que pra mim faz muito mais sentido comer no inverno biscoitos que levam um monte de especiarias e acompanham com perfeição um chocolate quente.
Então, me preparando pro frio que já apareceu e sumiu de São Paulo algumas vezes nas últimas semanas, testei essa receita que estava na listinha desde que saiu o post no Smitten Kitchen.
Os biscoitos ficam macios e não são excessivamente doces, são reconfortantes.
Mas da próxima vez, com certeza vou usar menos pimenta. Nossa, como essa caiena é brava!


3 xícaras de farinha branca
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher de chá de fermento químico
2 colheres de chá de gengibre em pó
2 colheres de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de pimenta (a Deb não especificou o tipo. Usei caiena que era novidade aqui em casa.
Não foi a melhor das idéias que eu já tive. Sugiro usar 1/8 de colher de chá de pimenta caiena ou 1/4 de colher de chá de pimenta do reino)
3/4 colher de chá de sal
100g de manteiga à temperatura ambiente
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 ovo
1/2 xícara de melado de cana
(Medida da xícara: 240ml)


Em uma tigela, penerei todos os ingredientes secos, menos o açúcar.
Em outra tigela, bati o açúcar com a manteiga até ficar um creme fofo. Fiz isso com fouet de metal, mas pode ser com colher de pau, com batedeira ou com garfo. Todas as versões funcionam. Adicionei o ovo e o melado e bati um pouco mais, pra ficar tudo homogêneo e fofo. Depois fui adicionando a mistura de ingredientes secos e mexendo com a colher de pau, até que ficou muito pesado pra mexer com a colher, e tive que sovar rapidamente com as mãos pra massa terminar de ficar uniforme. Ela fica bem macia e bem lisa.
Depois disso, coloquei a massa em um tupperware e levei à geladeira. Se faz isso pra que a massa fique firme o baste pra poder abrir com o rolo e cortar com os cortadores. 
A Deb diz pra deixar no mínimo uma hora e no máximo dois dias.
Vou te contar a verdade: deixei a massa na geladeira por 6 dias, e ainda assim deu tudo certo. Só que quando fui usar estava um pouco seca, então esfarelei a massa em uma tigela, acrescentei uma colher de chá de água gelada e misturei de volta. Foi o suficiente pra obter uma textura bacana pra abrir com o rolo.
Separei a massa em duas parte iguais. Uma guardei de volta na geladeira enquanto trabalhava a outra.
Abri a massa sobre a mesa levemente enfarinhada, cortei em diversas formas diferentes, e transferi os biscoitos pras assadeiras untadas com uma camada fina de óleo e enfarinhadas.




Liguei o forno a 180oC pra preaquecer e levei à geladeira as assadeiras com os biscoitos, pra que firmassem de novo antes de assar.
Passados os 15 minutos, coloquei a primeira assadeira no forno. Tirei quando começaram a dourar nas bordas (cerca de 18 minutos) e deixei esfriarem por 3 minutos na forma antes de transferir para uma gradinha.
Fiz a mesma coisa com o restante da massa até assar todos os biscoitos.
É difícil dizer quanto rende, já que assei biscoitos em formatos e tamanhos variados (sempre lembrando de não assar biscoitos de tamanhos muito diferentes na mesma forma, porque quanto menor o biscoito menos tempo ele precisa pra ficar pronto).
Acho que seria algo em torno de 50 biscoitos se fossem quadrados de 5cm.
Eles se mantém gostosos por muito tempo se guardados em vidro fechado hermeticamente ou em latas.

2 comentários:

Kika disse...

Eu amo essa receita, também acho que ela combina muito mais com o tempo mais fresquinho.

A pimenta da jamaica fica boa com esse tipo de receita, porque é super suave mas é cheirosa.

Flora. disse...

Oi, Kika!
Obrigada pela dica, vou procurar a pimenta jamaica na minha próxima ida ao mercadão.
Ainda estou te devendo aquele teste dos palitinhos de queijo com o parmesão, né. Pode deixar que não esqueci. Assim que fizer, atualizo o post te contanto o resultado.

Postar um comentário