Bolo branco com recheio e cobertura de ganache. Também conhecido como bolo curinga.

26 de abr de 2012





(In English)


Peguei a receita desse bolo com a minha amiga Catharina, porque ela fez uma vez e ficou extremamente macio e fofinho e ótimo. Não sei de onde ela, por sua vez, tirou a receita.
Mas desde então ele virou minha receita de bolo branco pra vida.
Das vezes que eu preparei o bolo, recheei e cobri com ganache de chocolate amargo.
Numa dessas vezes, coloquei quadradinhos de banana também. Vou te dizer: esse bolo não falha.

Para o bolo:
320g (2 1/4 xícaras) de farinha de trigo refinada
150g (3/4 xícara) de açúcar refinado
265ml (1 xícara + 2 colheres de sopa) creme de leite fresco
65ml (4 colheres de sopa + 1 colher de chá) óleo de girassol
3 ovos
1 colher de chá de extrato de baunilha
3 colheres de chá de fermento químico
(Medida da xícara: 240ml)


Penerei todos os ingredientes secos em uma tigela, e em outra misturei os ingredientes úmidos. Delicadamente, misturei os secos e os úmidos com uma colher de pau até que ficasse uma massa homogênea. Ela fica bem pesada, diferente das massas de bolo comuns (que geralmente têm uma textura liquida).
Untei e enfarinhei uma forma redonda de 20cm e transferi a massa para dentro dela.
Com as costas de uma colher umedecida em água, alisei a massa pra que ficasse inteira da mesma altura.
Coloquei pra assar em forno preaquecido a 180oC e deixei até que o bolo passasse no teste do palito. Demorou mais ou menos 45 minutos.


Ao tirar do forno, deixei o bolo esfriar por 5 minutos dentro da forma, depois transferi para uma gradinha até esfriar completamente.
Depois de frio, cortei o bolo ao meio para rechear. Fiz assim: com uma faca, cortei um talho horizontal na superfície de um dos lados do bolo, pra marcar a metade da altura dele.
Depois, enrolei nos meus dedos um pedaço de barbante suficiente pra dar a volta no bolo (do mesmo jeito que se enrola fio dental nos dedos).
Encaixei o barbante no talho horizontal, e fui puxando com cuidado, até atravessar o bolo inteiro e fazer o corte.
Depois, separei as duas metades, cada uma em um prato, deixando no prato de servir a metade que escolhi pra ser a de baixo.


Depois disso, ao ganache:
120g chocolate amargo picado em pedaços pequenos
135g creme de leite (o restante da lata que foi usada no bolo)
2 colheres de sopa de açúcar cristal


Coloquei 2/3 do chocolate para derreter em banho maria, no fogo mínimo, e quando essa quantidade estava líquida, adicionei o restante do chocolate e misturei pra desmanchar os pedacinhos. Em seguida, tirei a tigela do fogo, acrescentei o creme de leite e o açúcar e bati com um fouet para incorporar tudo.
Deixei descansar por dois minutos, bati de novo com o fouet, e repeti mais algumas vezes até o ganache amornar e adquirir uma consistência mais cremosa que líquida.
Então despejei metade do ganache na metade de baixo do bolo, espalhei pra ficar numa altura uniforme, cobri com a outra metade do bolo, despejei o restante do ganache por cima e espalhei por toda a superfície do bolo, inclusive dos lados, alisando com a ajuda de uma faca grande de lâmina reta. 
Como dá pra ver nas fotos, cada vez decoro de um jeito. Confeitos coloridos, amêndoas, flores... tem mil possibilidades.


Na primeira foto, a camada de ganache ficou mais grossa, então ela não secou totalmente e ficou mais brilhante. Além disso, o bolo foi servido uma hora depois de ficar pronto.
Na segunda foto, com uma camada mais fina, o efeito ficou diferente - além do quê, aquele bolo teve umas 6 horas pra poder secar antes de servir.


Serve 12 pessoas.

2 comentários:

Flora. disse...

PS: A primeira foto do post foi feita pelo Vinicius Schane. Quase que fico sem registro do bolo aquele dia!

Anônimo disse...

Pois eu mesmo, Vinicius Schane, quase comi tudo ;p

Postar um comentário