Sopa creme de abobrinha - e um agradecimento.

13 de mai de 2012




(In English)



Como vocês podem ver ali no canto direito superior da página, acrescentei um link pro site do Instituto Orbitato, que tem me apoiado de algumas maneiras.
A primeira, super importante pra mim, foi a reformulação do layout da página. Como já contei pra vocês, essa reformulação foi desenvolvida pela Flávia Vanelli, que é designer gráfico [ou designer gráfica? Essa concordância de palavras novas no português me confunde horrores] no instituto.
Nessa história de layout novo, a ilustração ficou por conta da Celaine Refosco.
[Não por acaso temos o mesmo sobrenome, ela é minha mãe.]
Outra forma de apoio que recebi foi de escolher algumas peças de mesa que foram desenvolvidas pelo Orbitato para a empresa Copa e Cia, para fazer parte do meu acervo de objetos que aparecem nas fotos.
O primeiro que fotografei foi esse jogo americano que aparece hoje, e logo vai estar à venda na loja recém aberta do instituto.
Por essas e por outras, fica aqui meu agradecimento.
Todos vocês interessados em design, moda e arquitetura, dêem uma olhada na página do Orbitato, já que a vertente mais forte dele é ensino nessas três áreas (além de consultorias e desenvolvimento de produtos). Mesmo se você mora longe do Brasil, dê uma olhada. É impressionante como alguns alunos de outros países optaram por vir estudar aqui.

E agora, vamos à sopa!




1 abobrinha bem grande
3 inhames
2 cebolas miudinhas
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de óleo de coco (ou manteiga, ou óleo de oliva, ou o que a pessoa preferir, oras)
Sal à gosto
Água o quanto baste
Cominho em pó à gosto


Descasquei a cebola e cortei ao meio, depois em tiras. Cortei fora a parte de baixo dos dentes de alho, esmaguei eles contra a tábua, com a ajuda de uma faca, e depois retirei a casca.
Coloquei a cebola e o alho para refogarem em fogo baixo, junto com o óleo, em uma panela grande.
Enquanto isso, descasquei e piquei em pedaços mais ou menos pequenos os inhames.
Quando a cebola ficou transparente (um pouco mais de 5 minutos) joguei o inhame na panela também e aumentei a temperatura para o máximo. Deixei refogando, mexendo de vez em quando, até o inhame perder o aspecto de cru (de novo, uns 5 minutos).
Aproveitei esse tempinho para lavar e picar a abobrinha em cubos pequenos. 

Queria dizer que eu usei abobrinha brasileira. É um tipo um pouco diferente na cor (mais clara) e na textura (mais firme), mas de resto tudo igual. Então se você tiver em casa abobrinha italiana, que é mais fácil de achar, funciona também.

Quando terminei de picar adicionei toda a abobrinha à panela e deixei refogar rapidamente (2 minutos) mantendo o fogo alto, e ainda mexendo. 
Temperei com sal e uma pitada de cominho em pó, mexi bem, adicionei água - apenas o suficiente para cobrir as verduras -, baixei o fogo para o mínimo e deixei cozinhar até que a casca da abobrinha tomasse uma cor viva. Isso vai variar com o julgamento do cozinheiro e de fogão pra fogão, não tem jeito.




Nesse momento, transferi a sopa toda para o liquidificador e bati até ficar homogêneo.
Recomendo servir imediatamente, e de preferência não voltar a sopa à panela, porque abobrinha cozida demais fica meio chocha.
Servi com um pouco de cominho em pó polvilhado por cima, e fatias de pão.
O sabor fica bem delicado e reconfortante.


Serve duas pessoas.

4 comentários:

João Paulo disse...

Parece gostoso!

Marmita disse...

Muitos parabéns pelo design e pelas imagens que estão cada vez mais apetitosas

Flora. disse...

João, tinha esquecido, mas tu já tá na casa nova, né?
Tens cozinhado por aí?


Marmita, obrigada, querida.
Aqui vamos nós, aprendendo com a prática :)

Petterson Henrique disse...

Fiz o teste ficou do caramba! :)

Postar um comentário