Salada crocante com molho de iogurte e tahine.

12 de out de 2012



(In English)

Como a Flávia me deixou ontem um comentário perguntando por onde ando eu, achei melhor aparecer.
Vai demorar anos e anos pra eu me tornar uma pessoa constante como eu gostaria de ser, mas enfim, é preciso começar em algum lugar, não é verdade?
Ando de volta a São Paulo, pequena, resolvendo burocracias enquanto chove.
Tenho motivos ótimos pra ter sumido na última semana que passou. Bonitos mesmo, que incluem rever muita gente querida que não via há tempos e festejar um começo lindo (todo meu carinho aos noivos!).
Agora que estou em casa de novo, volto a comer mais direitinho. Portanto, lá venho eu com mais salada.
Como gosto de comida crocante, não tem muita ciência nem muita exatidão aqui. É mais o caso de olhar o que tem na geladeira em termos de verduras que interessem, lavar tudo direitinho pra poder cru sem se preocupar com micróbios, picar e temperar.
Eu usei pra minha salada (que não foi comida de uma vez só, não se assustem):
4 folhas grandes de alface crespa
1 punhado de agrião
1 punhado de ervilha torta
1 punhado pequeno de folhas de salsa crespa
2 beterrabas bem pequenas
1 cenoura grande

Lavei as folhas e as ervilhas daquele jeito esperto, deixando de molho na água com vinagre etc etc, depois enrolei algumas folhas de cada vez e cortei em tiras finas.
Descasquei e ralei as beterrabas e a cenoura, e reservei tudo isso em uma tigela grande.

Para o molho utilizei
1/2 dente de alho pequeno
1 pitada de sal

Sumo de 1 limão
1/2 colher de sopa de tahine

1/2 colher de sopa de azeite de oliva
1/3 xícara de iogurte natural*
(Medida da xícara: 240ml)

Esmaguei o alho em uma tigelinha com o sal até formar uma pasta uniforme, depois acrescentei o tahine e o limão e fui batendo com o mini fouet com cuidado para não espirrar molho pela cozinha inteira. Acrescentei o oliva e por último o iogurte, batendo bem.
Eu vi esse mini fouet em uma loja e não resisti, porque acho uma graça, mas é claro que você pode fazer a mesma coisa usando um garfo ou até uma colher pequena.

Depois é só misturar as verduras com o molho, e pronto.
[Obs: numa segunda versão, servi o molho à parte em vez de misturar. Não fica mil vezes mais apresentável?]
Serve 3 porções.
Dizem que esse molho fica muito bom pra petiscar com palitinhos de cenoura, de aipo, de pepino, pedacinhos de pão pita... eu acredito, viu? Ainda vou testar. Li em alguns lugares diferentes pra achar uma versão de molho de iogurte que me agradasse, acho que acabei fazendo mais parecida com a do  Figos e Funghis.

*Geralmente faço o iogurte em casa, mas tinha acabado de chegar. Por isso vocês vêem ali a embalagem de um comprado no mercado.

1 comentários:

flanzie disse...

Nham! Não sou muito de fazer salada em casa. Preciso vencer a inércia. :)

Benvinda de volta. :*

Postar um comentário