Detalhes tão pequenos: facas.

10/11/2012


























Oi, gente.
Como anda a vida nessas últimas semanas?
Por aqui, anda intensa e cheia de acontecimentos, e de trabalho, e com umas mudanças de rotina. 
Entre outras coisas, as facas têm a ver com os novos hábitos na minha cozinha.
Vale dizer que meu conhecimento é bem limitado nesse assunto, o que eu sei vem da leitura de alguns blogs e/ou livros, e da minha "vasta" experiência. O post pode interessar a quem for iniciante como eu.

Eu havia comprado uma faca de cozinha (também chamada de faca de chef) há bastante tempo, mas não usava muito. E também tinha comprado uma faca de legumes, pequena. Nada de espetacular, mas pode-se dizer que são ferramentas razoavelmente honestas.

Até que um dia, lendo the kitchn, me dei conta de que essa facas não estavam afiadas. Claro que isso também tem a ver com o fato de que troquei os meus talheres de mesa:
sempre tive o hábito de cozinhar usando as facas de mesa, de serrinha, e nunca achei que eu tivesse algo a reclamar delas - a não ser quando precisava cortar abóbora. Quando me desfiz do antigo jogo de talheres e comecei a usar esses novos, bonitinhos, percebi que era impossível cozinhar com eles.
Enfim, achei uma lojinha na vizinhança e mandei afiar as duas. Juro pra vocês que a minha vida mudou.
Em grande parte, aquilo que eu pensei que fosse inabilidade minha para cortes em julienne ou brunoise, era falta de faca decente. Aprender o movimento certo (utilizando o punho e deslizando a lâmina pela tábua sem desencostar a ponta da faca da superfície) custou um pouco de treino, mas já estou bem mais ágil, e o tempo de preparo dos alimentos agora é menor.
Outra questão importante é que facas muito afiadas são mais seguras do que facas pouco afiadas.
Porquê? - você me pergunta.
E eu respondo: porque com uma faca afiada o corte fica certeiro, exigindo menos força no movimento, e portanto diminui a chance de a faca escapar da sua mão em direções imprevistas. Simples assim.
Por isso mesmo, é importante manter o fio depois que as facas voltam do profissional.
Ainda não tenho habilidade o suficiente pra explicar isso em detalhe, mas coloquei no fim do post alguns links sobre o assunto.
Quanto à faca de legumes, é extremamente útil para descascar qualquer coisa. Se estiver com o fio bom,  a gente corta fora menos polpa dos alimentos que estiverem sendo descascados/ aparados (no caso de tirar folhas de um ramo de cenoura, por exemplo) e aproveita eles melhor.

Vale lembrar que leva muito tempo de treino pra gente ficar bom mesmo. Muito. 
Outro dia pensei comigo "já peguei o jeito da coisa, agora vou tentar fazer rápido pra ver se rola".
Resultado: um pedaço a menos no meu dedo indicador que segurava os alimentos. Sem drama, mas é melhor evitar.

Aqui vão alguns links úteis:
- Knife skills, Jamie Oliver (em inglês).
- Knife skills, the kitchn (em inglês).

E pra finalizar, não esqueça de que a tábua também é uma ferramenta de corte. Sem ter uma tábua larga e bem estruturada, não é possível usar direito uma boa faca de cozinha, porque seus movimentos ficam limitados.
Vale a pena investir em uma tábua que seja mais ou menos grande, e que não seja extremamente barata.
Te digo o porque: eu tinha comprado uma dessas tábuas bem baratinhas, e em menos de 6 meses de uso a madeira cedeu e ela se partiu ao meio. Melhor investir um pouco mais e ter um produtos duradouros.

4 comentários:

mfuhlendorf disse...

E faca de cerâmica?

Adriana Fliegner disse...

Flora, sempre afirmo que as facas são quase mais importantes que as panelas numa cozinha.
A faca é o que decide que cara a comida vai ter. E estando boa a relação com as facas a comida sempre há de ficar cada vez mais bela...
Boa sorte na tua empreitada das facas! Você vai ver que é 'facinho'...

Carla, Julio e Nuno disse...

Valeu Floh!

Flora. disse...

Putz, Max. De cerâmica nunca usei, mas dizem que é uma maravilha.
Uma vez curiosando uma loja de utensílios vi um conjunto de facas da ceraflame, dizia que a garantia do FIO é de 10 anos. Parece promissor, hein?

Adriana, nunca tinha pensado que as facas determinam a cara da comida, mas você tem toda a razão. Valeu pelo insight!

Carla, valeu por passar aqui. Apareça sempre :)

Postar um comentário